A área de programação vem se mostrando promissora já há algum tempo, porém a perspectiva de absorção do mercado para área de programação só aumenta.

As empresas estão cada dia mais inserindo tecnologia em seus processos, produtos e rotinas, necessitando de mão de obra capacitada e preparada para o início muitas vezes imediato.

Entretanto, a maior dificuldade daqueles que, sabendo dessas informações, desejam entrar na área de programação, é saber por onde começar. Nesse quesito o JavaScript se mostra uma excelente opção, embora não seja a única.

O JavaScript possui hoje uma grande comunidade ao redor do mundo com pessoas dispostas a ajudar, é multiplataforma (ou seja, será útil em várias áreas que você pode acabar decidindo seguir no futuro) e, para um front-end, é um conhecimento essencial. Aqui nesse texto você vai entender o porquê.

O que é JavaScript e para que serve?

O JavaScript (JS) é uma linguagem de programação que serve para, em linhas gerais, implementar comportamentos mais complexos nas páginas web. Ela foi feita para ser executada em navegadores e é responsável por dar dinamismo a páginas estáticas, através de gráficos, infográficos, animações e imagens interativas, por exemplo.

É uma linguagem voltada para o front-end que através de scripts escritos no navegador, permitem atualizar apenas parte de um conteúdo de uma página web. Quando você finaliza o formulário de uma landing page e a caixa que você estava escrevendo atualiza é possível ver o JavaScript em ação!

Com o rápido avanço da internet, as possibilidades e aplicações do JavaScript aumentaram, acompanhando o mesmo ritmo. Hoje em dia já consegue-se utilizar a linguagem para criação de softwares de desktop, aplicativos mobiles e, inclusive, aplicações em back-end, mas tudo isso só foi possível através do desenvolvimento de frameworks, APIs e criação de milhares de funções, todas voltadas exclusivamente para JS.

Mas dentre tantas linguagens de programação existentes, o que torna JavaScript a principal delas?

Por que JavaScript?

O JavaScript possui uma peculiaridade que permite respostas imediatas a qualquer interação do usuário.

Isso acontece porque ela é uma linguagem que roda do lado do cliente (client-side), mais especificamente em seu navegador, não precisando, portanto, enviar informações para nenhum ambiente externo.

Tudo é processado e executado no hardware de quem está utilizando a aplicação, permitindo assim a instantaneidade das respostas.

Linguagem mais utilizada no mundo

O JavaScript é a linguagem mais utilizada no mundo na atualidade, segundo a pesquisa da SlashData, que reflete dados investigados no terceiro trimestre de 2020. Ela é utilizada por aproximadamente 12,4 milhões de desenvolvedores ao redor do mundo, reinando entre aplicações web e em nuvens.

De acordo com a pesquisa “State of Developer Nation”, mais de 5 milhões de desenvolvedores se juntaram à comunidade JavaScript desde 2017, mostrando a expansão não só do mercado de tecnologia, mas também da popularização da própria linguagem.

“Mesmo em setores onde JavaScript é menos popular, como em ciência de dados e realidade aumentada e virtual, mais de um quinto dos desenvolvedores a usa em seus projetos” SlashData

A perspectiva é que a adoção dessa linguagem continue crescendo, afinal em 3 anos a comunidade ganhou mais de 1,7 milhão de usuários pelo uso em aplicações mobiles e na nuvem, aumentando cada vez mais as possibilidades de desenvolvimentos em plataformas diferentes.

Multiplataforma

Apesar de ser criada para rodar em navegadores, hoje em dia o JavaScript é multiplataforma. Graças a criação de bibliotecas como é o caso do Node.js, é possível executar aplicações nessa linguagem em servidores web e com o constante avanço de possibilidades, a linguagem também é utilizada em desenvolvimento mobile, games e aplicações em back-end.

Ela foi criada para rodar no browser Netscape e tinha como objetivo tornar o uso das páginas web mais agradável, dando aos desenvolvedores possibilidades de transformar os processos mais dinâmicos. Como era uma linguagem flexível e fácil de aprender, um ano depois a Microsoft passou a utilizar JS em seu navegador, dando visibilidade a linguagem e tornando-a uma das tecnologias mais importantes da internet.

Como se sabe, o JavaScript rompeu as barreiras dos navegadores web e hoje é possível fazer qualquer software virtual através dessa linguagem. As aplicações desenvolvidas em JS são suportadas em qualquer sistema operacional, seja ele iOS, Android ou Windows, o que dá universalidade a suas aplicações, sendo muito comum em games também.

Tudo isso é possível pela quantidade ilimitada de frameworks, bibliotecas, facilitadores e implementações, formando um verdadeiro ecossistema em torno desta linguagem. São diversas comunidades ao redor do mundo que discutem e interagem, permitindo que uma solução inteira seja implementada em JavaScript: front-end, back-end, bancos de dados e realização de testes automáticos.

Comunidade Ativa

A comunidade JavaScript está presente ao redor do mundo e não é apenas uma comunidade, é um ecossistema, onde existem várias comunidades interagindo, proporcionando um ambiente estável quando o assunto é essa linguagem de programação.

Isso torna o desenvolvimento em JS, basicamente, um trabalho em grupo, afinal o objetivo é exatamente esse: criação de ferramentas para facilitar o trabalho de outros colegas.

A criação do Node.js foi um verdadeiro marco para popularização e construção da comunidade em torno do JavaScript. Depois disso, ampliou-se a aplicação de JavaScript no mundo inteiro, por ser uma verdadeira biblioteca de ferramentas opensource, permitindo a criação de servidores web para execução remota de aplicações desenvolvidas em JS. O Node.js funciona como um runtime, permitindo que códigos nessa linguagens sejam executados no computador do desenvolvedor via terminal, uma função que não era possível antes disso.

Outra biblioteca bastante conhecida pelos desenvolvedores em JavaScript é o React, mantida pelo Facebook desde 2011, teve seu código aberto ao público em 2013 e hoje é utilizada na criação de interfaces do usuário em sites como: o próprio Facebook, Instagram, Netflix, Airbnb, entre outros.

E por último, mas não menos importante, a biblioteca hoje mais utilizada no mundo, a jQuery, que facilita a utilização do JavaScript com uma sintaxe mais amigável da linguagem. Às vezes os desenvolvedores substituem a escrita nativa em JavaScript por uma escrita toda em jQuery para criação de alguma aplicação.

Mas pera aí, aqui tem muitos termos que você ainda não conhece da área de tecnologia? Não precisa ficar abrindo uma aba do Google toda hora, acesse aqui o Dicionário de Tecnologia - Conheça os principais termos da área de tecnologia.

Por onde começar?

É normal que depois de todas essas informações a pergunta seja “ok, mas por onde eu começo?”. Apesar dos conteúdos em JavaScript serem bastante disseminados na internet, a lógica de programação é o melhor caminho para iniciar sua jornada pela linguagem.

Lógica de programação em JavaScript

A lógica de programação em JavaScript diz respeito sobre a forma como o código é escrito, por ter uma base muito simples, os conceitos de lógica facilitam a compreensão da linguagem e vice-versa.

A lógica de programação vai definir as regras pelas quais a máquina vai conseguir ler o código em JavaScript e transformar essas regras em informação, respeitando o manual pré-estabelecido.

As variáveis, por exemplo, são espaços de memórias dentro de programas que guardam dados de acordo com temas e que são alterados ao longo do tempo ou variam entre usuários. É um caso de um dado de idade, por exemplo. Já as funções são blocos de código que executam uma tarefa específica ou calculam um valor, que para não precisar ficar repetindo várias vezes, funções são criadas para facilitar seu trabalho.

Se você quiser saber mais sobre lógica de programação em JavaScript, temos um minicurso completamente gratuito!

Como estudar?

Com uma forte comunidade presente, existem diversos materiais gratuitos na internet e agora que você já entendeu qual o caminho seguir dentro dos estudos de JavaScript, fica fácil de começar agora mesmo.

Além do nosso minicurso de Lógica de Programação, separamos também bônus exclusivos para você que deseja aprender na nossa Imersão JavaScript do Zero. E se você deseja se tornar uma pessoa programadora completa, temos um curso completo de Desenvolvimento de Software que vai te ensinar programação do zero! Na nossa modalidade de Sucesso Compartilhado você começa a fazer o curso e só paga quando estiver trabalhando!

Apesar dessa diversidade de fontes de ensino, para que qualquer conteúdo seja internalizado, a constância se torna um ponto crucial no processo. Pratique constantemente!


Na Cubos Academy você vai se tornar uma pessoa Programadora completa com conhecimentos de hard e soft silks, habilidades requisitadas pelas empresas na hora da contratação, já te colocando à frente nos processos seletivos.

Conheça o curso de Desenvolvimento de Software da Cubos Academy e aprenda com quem vive há mais de 8 anos o dia a dia do mercado de tecnologia!