Antigamente, quando as pessoas queriam divulgar seu trabalho, iam de porta em porta entregando currículos. Com o avançar da Tecnologia, surgiram novas formas de publicizar projetos profissionais - em UI/UX Design e diversas outras áreas, construir um portfólio é um item quase obrigatório na lista “do que fazer” para conseguir emprego e ganhar visibilidade no mercado de trabalho.

A maioria das pessoas interessadas ou iniciantes na área de UX/UI Design sabem o que é um portfólio, mas muitas delas têm receio de criar o seu próprio.

Seja por insegurança em relação à plataforma adequada, à quantidade de projetos realizados ou mesmo por inexperiência na área, muitos ainda veem o portfólio como um “bicho-papão”.

Estamos aqui justamente para desmistificar isso tudo. Vem com a gente, tirar suas dúvidas sobre portfólio. Você vai sair deste texto e construir o seu!

Se você preferir ver este conteúdo em vídeo, assista ao webinar “Portfólio em UX/UI Design - o que é e como construir o seu”, que aconteceu lá no nosso canal do Youtube:

Webinar Porfólio em UX/UI Design: o que é e como construir o seu

O que um portfólio de UX/UI Design representa?

O portfólio de UX/UI Design é usado para divulgar o trabalho do profissional da área, tanto para o público geral quanto para recrutadores em específico.

Fazendo uma analogia, trata-se de uma “pasta” com seus trabalhos, demonstrando tanto os resultados finais quanto os processos percorridos para entregar tais resultados, que podem ser uma interface, um produto, um serviço (...).

É essencial falar sobre portfólio porque, muitas vezes, ele será o primeiro contato de alguém com o seu trabalho; uma primeira impressão. E nós dois sabemos como a primeira impressão importa muito!

E vale frisar que essa lógica vale para qualquer pessoa, em qualquer que seja a senioridade e o momento de carreira. UX/UI Designer que tem um portfólio bem construído é um profissional que está dois passos à frente!


Sou iniciante. Posso construir um portfólio?

Sim, você pode construir um portfólio sendo profissional júnior de UX/UI Design!

Existe uma diferença entre um portfólio mais sênior e aquele de uma pessoa iniciante, é claro. Até porque o portfólio do profissional iniciante deve ser mais generalista, tendo em vista que não percorreu uma trajetória de especialização ainda.

No entanto, se você é iniciante, não deixe que isso te impeça de construir o seu portfólio.

Se você tiver algo pronto para apresentar, seja honesto(a) em relação a seu nível de senioridade e estruture seu portfólio, com os conhecimentos e estratégias que você domina hoje.

Em uma vaga, ainda que júnior ou de estágio, ter um portfólio (com pelo menos um projeto) pode ser um diferencial imenso a seu favor.

Se quiser conferir uma lista com as principais palavras usadas no universo de UX/UI, confira aqui no blog o Dicionário de UX/UI Design.

Existe um método e formato ideais de portfólio?

Não existe um manual de instruções para a construção de um portfólio, porque diversas são as variáveis que definem se ele é adequado ou não.

Uma das variáveis mais importantes é a seguinte: qual é a sua intenção enquanto profissional?

UX/UI Design é uma área bastante ampla, de modo que, na hora de pensar no portfólio, é importante saber qual é a especialização que você almeja.

Para exemplificar, veja os diversos focos de atuação em UX Design:

Campos de atuação em UX / Créditos: Elizabeth Bacon)‌‌

Se você busca vagas de UI, então deverá dar maior foco à fase de prototipação, toda a parte de Visual Design.

A mesma lógica será aplicada se você quiser focar em UX Writing, UX Research, e por aí vai.

A estrutura do case no portfólio depende muito, também, do tipo de projeto realizado. Às vezes, o projeto só exige que você faça a pesquisa. Nesse caso, será um case de pesquisa, com todas as etapas. Se for uma entrega de protótipo em Figma, por exemplo, a ordem já será diferente.

Além disso, muitas pessoas se preocupam com a quantidade de cases no portfólio, mas a verdade é que  a qualidade importa mais que a quantidade. Se você só tem um case de UX, está tudo bem.

É preferível colocar um case mais assertivo, que detalhe muito bem a estratégia utilizada, do que vários cases desconexos, que podem confundir a pessoa recrutadora e não passar a imagem que você gostaria de passar sobre o seu trabalho.

Quanto tempo vou demorar para construir um portfólio?

Mais uma vez, não existe receita de bolo, mas existem formas de fazer com que o processo de construção do seu portfólio não seja tão longo.

Quero te dar uma dica valiosa: não deixe para montar todos os cases de uma só  vez.

A melhor forma de não deixar o processo de construção do portfólio muito dificultoso e demorado é documentar todas as evidências ao longo do processo de criação do projeto, seja ele de trabalho ou de estudo. Então, quando você começar a se envolver em um projeto, procure fazer um “rascunho” de cada etapa vencida.

Então, conforme o projeto for realizado, é importante que você se lembre de fazer a documentação. Deixar para incluí-lo na íntegra, ao final, vai dificultar bastante o processo, o que pode te desanimar.

Assim, quando a etapa de entrega do projeto termina, a documentação dos processos já está organizada - você só precisará consolidar, acrescentar alguns detalhes e então incluir no seu portfólio.

Wireframes de UX/UI Design

Como adaptar o portfólio vindo de outra área?

É comum que pessoas de arquitetura ou Design Gráfico tenham certa identificação com a área de UX/UI Design, e resolvam fazer essa transição de carreira. Nesses casos, a transição de área inclui também a transição de portfólio.

É muito importante que você abandone os vícios da área anterior. Isso não quer dizer que você não vai levar a sua bagagem profissional já adquirida (na realidade, ela será muito útil); mas é preciso compreender que o portfólio da nova área tem novas necessidades, e o enfoque é outro.

Um portfólio de Design Gráfico, por exemplo, precisa focar na parte visual das peças. No portfólio de UX/UI Design, toda a estratégia por trás do projeto deve ser abordada também - e a depender da sua especialidade de preferência em UX/UI Design, o case será mais importante que a tela.

Compreender o que o mercado está pedindo e qual o padrão utilizado pelos profissionais da área é muito válido.

Qual é a melhor plataforma para construir um portfólio?

Muitas pessoas iniciantes em UX/UI Design se prendem excessivamente a este aspecto. Mas a verdade é que a plataforma é o que menos importa. O importante é mostrar bem o processo, não necessariamente pagar uma plataforma ou comprar um domínio.

Existem muitas plataformas que atendem ao objetivo, inclusive gratuitas, a exemplo do Medium - muitos profissionais de UX/UI Design o utilizam, e além de ser gratuito, tem uma interface amigável.

Então, foque menos na plataforma que você irá utilizar, e mais na qualidade dos cases que você está construindo. Com o avançar da sua carreira, você pode partir para plataformas mais sofisticadas.

Afinal, como chamar atenção dos recrutadores com meu portfólio?

É essencial pensar no portfólio como um produto, e o usuário é o recrutador. É preciso pensar com “a cabeça dele”!

Lembre-se que o recrutador é um pessoa que está ali, sentada na cadeira, o dia inteiro vendo portfólios. Comunicar-se bem com essa pessoa é muito importante!

Utilizar highlights, infográficos e destaques, por exemplo, pode transformar a leitura de um longo texto em uma experiência muito mais agradável.

Lembre-se que você é um(a) profissional de UX/UI Design, e o usuário que está vendo os resultados do seu trabalho precisa sentir que a leitura é fácil e interessante.

Além disso, invista no storytelling. Pessoas gostam de histórias - conte as suas de forma instigante. Boa escrita e comunicação são essenciais, ainda que seus cases sejam focados em Visual Design.

Construa um portfólio que você também gostaria de ver e ler!


Torne-se UX/UI Designer com a Cubos Academy!

Existem diversas formas de se tornar um profissional de UX/UI Design, mas o caminho mais curto é fazer um curso especializado na área.

No curso de UX/UI Design da Cubos Academy, os estudantes são estimulados a colocar em prática seus conhecimentos ao longo de todo o curso, e ao final, apresentam um grande projeto final. Este é o primeiro case do portfólio de muitos deles!

Preparamos um curso que prepara para o mercado de trabalho, porque não queremos que este seja mais um certificado na sua gaveta. Pensamos em uma formação que, de fato, te prepara para o que você vai enfrentar na prática em UX/UI Design.

Conheça mais sobre o curso de UX/UI Design da Cubos Academy, e faça parte da próxima turma!

Veja os projetos de conclusão da última turma de UX/UI Design da Cubos Academy!