Anos atrás, quando alguém escolhia seguir carreira em Direito, ou Engenharia, ou Arquitetura (...), esta seria uma escolha vitalícia. Transição de carreira não era algo aceitável, tampouco comum!

Porém, hoje, o mercado de trabalho mudou, e para a pergunta "quem pode ser UX/UI Designer", a resposta já não é mais a mesma - até porque UX Design é uma área que surgiu com o avanço da tecnologia.

Se você chegou a este texto, provavelmente vem de uma área de formação que não é correlata a UX/UI Design, ou sequer tem curso superior ou curso técnico. É com você mesmo que queremos falar, e para começo de conversa: você não é a única pessoa a querer mudar de carreira.

Na verdade, você faz parte de um grupo grande de pessoas que está buscando uma área de atuação diferente, e trouxemos alguns dados que vão te provar isso.

ilustração de uma escada

Segundo a Bureau of Labor Statistics 2022 e Apollo Technical Career Change Statistics:

  • No último ano, 32% dos profissionais consideraram uma mudança de carreira em algum momento;
  • A maioria das pessoas terá 12 empregos ao longo da vida;
  • A média é que, dos 35 ao 44 anos, troquem de emprego 2,9 vezes, e dos 45 aos 52 anos, 1,9 vezes.

Atualmente, é mais comum trocar o rumo profissional de acordo com os novos objetivos, e na área de UX/UI Design, isto não é diferente.

Vamos começar falando sobre algumas áreas de formação que não estão atreladas ao mercado de tecnologia, mas que podem ser "fontes" de profissionais que se adequariam a UX/UI Design. Confira:

Arquitetura

Pessoas do mercado de arquitetura projetam espaços físicos para uso de pessoas; UX/UI Designers "projetam" interfaces que também serão utilizadas por seres humanos, mas no plano digital.

Se você tem arquitetura como formação original, saiba que o intercâmbio entre a área com UX/UI Design faz todo o sentido! Afinal, ambas as áreas estudam o comportamento humano e procuram melhorar, através do seu trabalho, a experiência cotidiana dessas pessoas.

imagens celular

A psicologia das cores, por exemplo, é um estudo comum à arquitetura e a UX/UI Design, assim como a preocupação com a utilidade e usabilidade deste ou aquele "objeto" são comuns às duas áreas.

Você sabia que a professora de uma das nossas turmas formadas de UX/UI Design, Gabriela Ozório, também professora da nossa nova turma, é arquiteta de formação?

Ela promoveu uma aula muito bacana nosso canal do Youtube, falando sobre a psicologia atrelada a UX/UI Design, vale a pena dar uma olhada:

Psicologia atrelada ao UX/UI Design

Design Gráfico

Outro "intercâmbio" que acontece com certa frequência é entre as áreas de Design gráfico e UX/UI Design.

Enquanto uma pessoa designer gráfica se ocupa tão somente das peças de design, tendo vasto conhecimento de tipografia, cores, espaçamento, entre outros elementos, a atuação da pessoa UX/UI Designer é um pouco mais ampla.

Na prática, os conhecimentos da pessoa designer gráfica são um importante background para quem quer atuar como UX/UI Designer, porque dão noções fortes de estética que também serão úteis para a construção de interfaces.

É preciso frisar que as áreas não se confundem, mas a transição de carreira entre elas faz todo o sentido. Uma importante diferenciação entre as duas está nos portfólios de um designer gráfico e de um UX Designer.

Tanto UX designers quanto designers gráficos precisam construir seus portfólios!
Tanto UX designers quanto designers gráficos precisam construir seus portfólios!

Se você quiser saber um pouco mais sobre a importância do portfólio na área de UX/UI Designer e como construir o seu, recomendamos o nosso webinar Portfólio em UX/UI Design: o que é e como construir o seu.

Nele, contamos com a participação de três profissionais UX/UI Designers, tendo um deles feito transição de carreira do design gráfico - e trabalha na Cubos Academy! Não deixe de conferir, foi muuuito bacana:

Porfólio em UX UI Design: o que é e como construir o seu

Muitas outras áreas!

Mencionamos arquitetura e design gráfico por serem áreas das quais advêm muitos profissionais que adentram em UX/UI Design.

Contudo, queremos deixar bem claro que não são as únicas áreas de formação possíveis para que você faça a transição de carreira.

Inclusive, você pode ter dentro de si características e habilidades que são muito importantes para UX/UI Designers, só que ainda não percebeu.

Então, não se sabote, achando que a área não é para você. O último tópico deste texto é em sua homenagem. :)

Habilidades importantes para UX UI Designers que você pode ter e nem sabe

Skills técnicas são importantes? São! Mas são suficientes para se tornar um profissional UX/UI Designer de excelência? Não.

Então, considerando que você tem certa insegurança sobre se a área de UX/UI Design é para você mesmo ou não, fazemos questão de trazer algumas habilidades não-técnicas importantes para profissionais desta área.

Comunicação

Parece clichê, não é? Mas te garantimos que esta soft skill é essencial.

Dois são os tipos de comunicação: a ativa (falar) e a passiva (ouvir).

uma mão com um megafone

A habilidade de comunicar-se diz respeito a falar na “mesma língua” que as pessoas. É preciso entender o contexto em que os interlocutores estão inseridos e
compreender bem com quem você está se comunicando.

E isto é bem importante, tanto com o usuário quanto com a sua equipe.

Um exemplo do dia a dia de UX Design é: a comunicação entre os desenvolvedores é bem diferente da comunicação entre designers.

O pressuposto da boa comunicação é diminuir esta distância quando um designer conversa com um programador, por exemplo; uma pessoa que se comunica bem falará na mesma língua daquela que a ouve.

Mente aberta e flexibilidade

Aceitar críticas e feedbacks também é uma soft skill que destaca um(a) bom Designer UX/UI.

quadro com varias tarefas

Recomenda-se que times tenham rodadas periódicas de feedback para que o andamento do projeto fique ainda melhor, e para lidar bem com isso, o(a) profissional precisa ser flexível e ter a mente aberta, de modo que absorva os pontos de melhoria e tenha disposição para atacá-los.


Além da flexibilidade, a adaptabilidade também é muito importante, pois cada projeto tem os seus desafios e suas peculiaridades. Dificilmente existirá uma “receita de bolo”, então, saber se adaptar a cada momento é uma habilidade poderosa!


Problemas e imprevistos acontecerão ao longo do caminho (em projetos de Tecnologia isto é bastante recorrente), exigindo reestruturação e revisão dos planos – neste momento, mais uma vez, a mente aberta e a flexibilidade do(a) profissional de UX Design será testada.

Empatia

Gary Vee atribui a esta habilidade o seu sucesso; Simon Sinek definiu esta como uma ferramenta essencial na caixinha de ferramentas de um líder; Oprah Winfrey
reconhece como uma característica fundamental de alguém na liderança.

duas mãos se cumprimentando


Esta habilidade trata de colocar-se no lugar do outro e enxergar o mundo sob sua perspectiva, compreendendo as suas motivações e suas emoções.


A empatia, no mundo de Design, não deve se limitar aos usuários! Deve ser aplicada em todas as nossas relações, desde os colegas de trabalho até clientes e fornecedores.


Sem falar que a empatia está no coração de todo processo criativo. Pensar nos problemas do outro como questões a serem resolvidas é ser um(a) bom/boa Designer.

Para isso, é preciso “calçar as sandálias” do usuário e entrar no seu universo.

É importante frisar que a empatia é uma habilidade que pode, sim, ser praticada.

Liberte o(a) UX/UI Designer que existe em você!

Se você sente que gostaria de trabalhar aperfeiçoando a experiência do usuário em produtos digitais, exercitando a empatia e trabalhando para que um produto resolva uma dor de uma pessoa, seu lugar é em UX/UI Design.

Falamos sobre algumas áreas de formação que comumente estão atreladas, mas se você não vem de nenhuma delas, isto não é motivo para desistir do seu sonho.

Temos, na Cubos Academy, uma formação em UX/UI Design que busca ensinar tudo que é mais importante para entrar no mercado de UX/UI Design, desde habilidades técnicas a comportamentais.

E tudo isso através de projetos práticos, porque somente a teoria não irá te fazer um(a) profissional completo(a).

Se você já sabe conceitos básicos de design (tipologia, cores...), seu lugar é aqui!

Vem estudar com a Cubos Academy! Saiba mais e garanta sua vaga na próxima turma do nosso curso de UX/UI Design!