Tudo que você precisa saber sobre Product Management, a profissão do futuro: veja o salário, como começar e o que faz

Você já ouviu falar sobre Product Manager ou Product Management? Mas você sabe o que faz o product manager? Quais são as empresas que mais contratam este profissional, além da média salarial e formas de atuação no Brasil? Neste artigo te contaremos tudo sobre essa que pode ser a profissão que você estava buscando para trabalhar com tecnologia.

O que é Product Manager?

Product Manager é uma atuação de liderança na área de gerenciamento de produtos. Este profissional será responsável por planejar e implementar a estratégia de um produto específico, desde a concepção até a entrega ao mercado, ou seja, até o público final. Para isso, é preciso que ele defina objetivos e metas para o produto, que colete e analise feedback dos usuários ou clientes, além de trabalhar com equipes de design, engenharia e marketing para desenvolver o produto e monitorar o sucesso dele após o lançamento. O objetivo principal do gerente de produto (product management) é garantir que o produto atenda às necessidades do mercado e da empresa, e tenha sucesso comercial.

Mas o que faz um product manager?

Um (a) product management, também conhecido como gerente de produto, é a pessoa responsável por liderar o desenvolvimento e gestão de um produto, desde a concepção até o lançamento e pós-lançamento. Isso inclui definir a estratégia, compreensão das necessidades do cliente, trabalhar com equipes de engenharia e design para criar o produto, estabelecer metas e orçamentos e monitorar o sucesso do produto no mercado. Em resumo, o product manager é o responsável por garantir o sucesso comercial e também que o produto atenda às necessidades do mercado e da empresa.

homem-product-manager

Qual a importância da Gestão de Produtos?

A importância da  gestão de produtos é fundamental para o sucesso de uma empresa, pois permite que as organizações criem e entreguem produtos que atendam às necessidades do mercado e dos clientes, além de se diferenciarem da concorrência. Algumas outras vantagens da gestão de produtos incluem:

  1. Melhor entendimento do mercado e dos clientes: A gestão de produtos permite que as empresas coletem e analisem dados sobre o mercado e os clientes, o que ajuda a identificar oportunidades de negócios e a desenvolver produtos que atendam às necessidades dos clientes.
  2. Maior eficiência na criação de produtos: A gestão de produtos permite que as equipes de design, engenharia e marketing trabalhem de forma mais estratégica e eficiente, o que acelera o processo de desenvolvimento de produtos e aumenta a qualidade dos produtos.
  3. Maior eficiência na tomada de decisões: A gestão de produtos permite que as empresas coletem e analisem dados sobre o desempenho dos produtos, o que auxilia na tomada de decisões informadas sobre o futuro dos produtos. Isto inclui o lançamento de novos produtos ou a descontinuação de produtos não lucrativos.

Quanto ganha um product manager?

O salário de um product manager varia amplamente, dependendo de fatores como a região, país, tipo de indústria, a empresa, a experiência e as habilidades. Mundialmente, de forma geral, os gerentes de produto ganham salários elevados, com médias salariais que variam de US$ 90.000 a US$ 150.000 por ano nos Estados Unidos, por exemplo. É importante lembrar que esses valores podem ser influenciados por diversos fatores, incluindo o tamanho e a natureza da empresa, a localização geográfica, a experiência e as habilidades do gerente de produto. Além disso, dependendo do país, alguns gerentes de produto podem receber bônus, opções de ações e outros benefícios adicionais, além do salário base.

E no Brasil, quanto ganha um product manager? A média salarial de um product manager de produto no Brasil varia amplamente dependendo de fatores como citados na média global, mas as últimas estimativas indicam que os salários variam entre R$ 7.000 a R$ 20.000 por mês. Novamente, é importante destacar que esses valores são apenas uma média e que o salário real de um gerente de produto pode ser influenciado por diversos fatores, incluindo a localização, a indústria, a empresa, a experiência e as habilidades do profissional.

Qual a diferença entre Product Manager (PM) e Product Owner (PO)?

Product Manager e Product Owner são funções relacionadas à gestão de produtos, mas possuem diferenças significativas em termos de escopo e responsabilidades.

Product Manager: O Product Manager é responsável pela estratégia e pelo sucesso do produto. Ele é o líder da equipe de desenvolvimento de produtos e trabalha com equipes de design, engenharia, marketing e outras áreas da empresa para garantir que o produto atenda às necessidades do mercado e dos clientes. O Product Manager é responsável por definir a visão do produto, estabelecer as metas e prioridades, liderar o desenvolvimento de novos recursos e monitorar o desempenho do produto no mercado.

Product Owner: O Product Owner é uma função específica dentro do framework Ágil de desenvolvimento de software. Ele é o representante dos stakeholders e é responsável por definir as histórias de usuário, priorizar o backlog de trabalho e decidir sobre a direção do produto. O Product Owner trabalha de perto com a equipe de desenvolvimento de software para garantir que o produto seja desenvolvido de acordo com as necessidades dos clientes e da empresa.

Enquanto o Product Manager é responsável pelo sucesso geral do produto, o Product Owner é responsável por garantir que o produto seja desenvolvido de acordo com as necessidades dos stakeholders dentro do contexto de um processo ágil. Ambas as funções são importantes para o sucesso de um produto, mas possuem responsabilidades diferentes.

Quais são os tipos de Product Manager?

Embora o product manager tenha atuações amplas, existem três tipos comuns de Product Managers:

  1. Product Manager técnico: profissional que possui conhecimento avançado em tecnologia e é responsável por garantir a viabilidade técnica dos produtos.
  2. Product Manager de mercado: possui conhecimento profundo do mercado e das necessidades dos clientes, e é responsável por garantir que o produto atenda às expectativas do mercado.
  3. Product Manager geral: possui habilidades combinadas de ambos os tipos acima, sendo responsável por liderar a equipe técnica e garantir que o produto atenda às necessidades do mercado.

Estes tipos são baseados em diferentes habilidades e responsabilidades, e a escolha do tipo de Product Manager varia de acordo com as necessidades e prioridades de cada empresa.

É importante entender que, dentro destas três classificações, existem tipos de atuação de um Product Manager com foco em design, negócios e growth, que são os seguintes:

  1. Product Manager de design: neste tipo de atuação, o Product Manager tem como objetivo garantir que o produto tenha uma boa aparência, de fácil uso e que tenha uma ótima experiência para o usuário. Ele trabalha com designers e equipes de UX para criar soluções que atendam às necessidades dos usuários e sejam atraentes para o mercado.
  2. Product Manager de negócios: neste tipo de atuação, o Product Manager é responsável por garantir que o produto seja rentável e atenda às expectativas de negócios da empresa. Ele trabalha com equipes financeiras e de vendas para entender as necessidades do mercado e garantir que o produto seja viável financeiramente.
  3. Product Manager de growth: neste tipo de atuação, o Product Manager tem como objetivo aumentar o crescimento do produto, seja por meio de novos usuários, vendas ou receita. Ele trabalha com equipes de marketing e análise de dados para entender como o produto pode ser melhorado e crescer de forma sustentável.

Cada tipo de atuação requer habilidades diferentes e pode variar de acordo com as prioridades da empresa. Em algumas empresas, o Product Manager pode ter uma atuação combinada, abrangendo elementos de design, negócios e growth.

product-manager

Quais são as habilidades e competências essenciais em Product Management?

Algumas habilidades e competências essenciais em Product Management incluem:

  • Comunicação: habilidade de comunicar claramente a visão, objetivos e status do produto para a equipe, stakeholders e clientes.
  • Liderança: habilidade de liderar equipes multidisciplinares e influenciar stakeholders para atingir objetivos comuns.
  • Análise de mercado: conhecimento profundo do mercado, concorrentes, tendências e necessidades dos clientes.
  • Tomada de decisão: habilidade de avaliar informações, avaliar riscos e tomar decisões estratégicas e informadas.
  • Trabalho em equipe: habilidade de trabalhar de forma colaborativa com equipes de tecnologia, design, vendas e marketing.
  • Resolução de problemas: habilidade de identificar e resolver problemas de forma criativa e eficaz.
  • Flexibilidade: habilidade de se adaptar a mudanças constantes no mercado, tecnologia e equipe.
  • Conhecimento técnico: compreensão básica de tecnologia e capacidade de trabalhar com equipes técnicas para garantir a viabilidade do produto.

Estas habilidades e competências são fundamentais para o sucesso do Product Manager e podem variar de acordo com as necessidades e prioridades da empresa.

Quais são as possibilidades de carreira em Product Management?

As possibilidades de carreira em Product Management são variadas e variam de acordo com cada política de carreira e desenvolvimento das empresas. Como se trata, normalmente, de uma carreira em tecnologia e uma área relativamente nova no Brasil, a ascensão pode ser mais rápida do que as profissões habituais. Principalmente, se a pessoa que desempenha essa função, possuir competências e habilidades que gerem bons resultados para as organizações.

Algumas atuações são:

  • Product Manager júnior: posição inicial em Product Management, responsável por ajudar a equipe sênior a gerenciar produtos.
  • Product Manager sênior: posição avançada em Product Management, responsável por liderar equipes e gerenciar produtos de forma autônoma.
  • Gerente de produto: posição de liderança em Product Management, responsável por gerenciar várias equipes de Product Managers e garantir o sucesso global dos produtos.
  • Diretor de produto: posição de liderança sênior em Product Management, responsável por estabelecer a estratégia de produto e garantir o sucesso global da empresa.
  • Consultor de produto: profissional que oferece serviços de consultoria em Product Management para empresas e equipes.
  • Empreendedor de produto: profissional que utiliza suas habilidades e conhecimentos em Product Management para iniciar e gerenciar seu próprio negócio de produtos.

As possibilidades de carreira em Product Management variam de acordo com as necessidades e prioridades de cada empresa e profissional. Alguns Product Managers preferem se especializar em áreas específicas, como design, negócios ou growth, enquanto outros preferem ter uma carreira mais ampla e abrangente.

Como iniciar na carreira de Produto?

Se você está interessado em iniciar uma carreira em Product Management, a Cubos Academy possui um curso completo, com conteúdo estruturado por Product Managers que atuam diretamente no mercado, aliando a teoria e a prática no dia a dia. O que torna, para o estudante, um grande diferencial para conseguir obter sucesso e ascensão nesta área.  

Se você se interessa pela área, aqui vão algumas dicas para começar a ingressar na área de produto:

Desenvolva suas habilidades: estude conceitos de Product Management, leia livros e blogs sobre o assunto e participe de cursos online ou presenciais. No site da Cubos Academy há conteúdos gratuitos para você começar a se aprofundar nos principais conceitos e a também conhecer a experiência de outros profissionais que já estão na área.

Networking: participe de eventos e comunidades relacionadas a Product Management para ampliar seu conhecimento e fazer conexões valiosas. A Cubos Academy possui uma rede de profissionais conectados que podem te ajudar na hora de dar o seu primeiro passo na área de produto.

Adquira experiência prática: procure oportunidades de voluntariado ou trabalho remunerado em projetos de produto, onde você possa desenvolver suas habilidades e aprender com outros profissionais.

Crie um portfólio: documente seus projetos de produto e suas conquistas para compartilhar com empresas e equipes futuras.

Aprenda tecnologia: compreenda as tecnologias básicas usadas para criar produtos, como design, programação e análise de dados.

Seja proativo (a) e curioso (a): busque oportunidades para participar de projetos de produto, ofereça ajuda e apoio à equipe, e faça perguntas para aprender mais.

Seja flexível: esteja disposto a aprender, mudar de direção e se adaptar às mudanças no mercado e tecnologia.

Lembre-se de que o caminho para uma carreira bem-sucedida em Product Management pode levar tempo e requer muita dedicação e esforço. Mas, se você estiver comprometido (a) e for perseverante, poderá alcançar seus objetivos e ter uma carreira gratificante e desafiadora em Product Management.

Na Cubos Academy, você tem assistência com profissionais que realmente entendem de mercado e das formas de como você ingressar mais rápido na área e no mercado.

Como fazer um curso de Product Management?

Existem várias maneiras de fazer um curso de Product Management. A maneira mais rápida é optar por um curso online. Ao escolher um curso de Product Management, considere suas metas e necessidades pessoais, bem como o investimento e o tempo disponível.

Na Cubos Academy, o estudante ingressa no curso de Product Management, que tem duração de 4 meses, em 5 módulos e nele aprende conceitos fundamentais, como metodologias ágeis, soft skills, entre outros. Além disso, o estudante aprende na prática com estudo de casos reais e contato com profissionais que estão em grandes empresas.

Na Cubos Academy, estes são os módulos e os temas que irá aprender ao longo dos meses no curso de Product Management.

Módulo 1: Ser PM

  1. Conhecendo o mundo de Produto
  2. Os habitantes desse Mundo
  3. Introdução a Soft Skills (negociação, comunicação, resolução de conflito)

Módulo 2: Triple Track Agile: ProblemSpace + Discovery e Delivery

  1. Por que problemas e não ideias?
  2. Como encontrar os problemas
  3. Especificando o Jobs to be Done (JTBD)
  4. Diferenciais e priorização○ Ciclo de vida de produto e tipos de consumidor
  5. Ciclo de vida de produto e product market fit
  6. Research: o começo de tudo
  7. Documentando o Discovery
  8. Definindo e Construindo
  9. Medindo, Aprendendo e Refinando

Módulo 3: Relacionamento entre áreas

  1. Introdução à UX
  2. Pesquisa em Design
  3. Fluxos e documentação
  4. Telas e Prototipação○ PM e UX
  5. Resolvendo problemas com computadores
  6. Resolvendo problemas com sistemas de computadores
  7. Resolvendo problemas com times de desenvolvimento
  8. Especificando tarefas de desenvolvimento
  9. O que um/uma QA faz○ O QA e o PM
  10. Interação entre PM e QA○ Roadmap e Backlog
  11. User Story e Product Requirements Document (PRD)

Módulo 4: Empregabilidade

  • Neste módulo, iremos auxiliar os estudantes a se inserirem com maior facilidade dentro do mercado de trabalho trazendo profissionais das áreas de recrutamento para abordarem boas práticas para: elaboração do currículo, estruturação do linkedin, realização de entrevistas e cases técnicos.

Módulo 5: Modelo de negócio e Growth

  • Dentro deste módulo, o estudante irá aprender sobre conceitos básicos relacionados a dados, como big data e thinking data e a sua aplicação no dia a dia do mundo digital. Além disso, aprenderá sobre os principais tipos de modelo de negócio através de cases e as métricas relacionadas a cada um deles. Também dentro desse módulo, o estudante compreenderá a respeito da segmentação do seu produto no mercado e sobre a construção e os tipos de jornada de experiência.
  • Por fim, será apresentado a conceitos e ferramentas utilizadas dentro do mundo de Product Growth, a relação de produto com o time de marketing & growth, Growth Loops, modelos de Growth, tráfego, qualificação, venda e uso. E para aprofundar, iremos criar growth loops, criar modelos de growth para diferentes tipos de negócios, básico das ferramentas de Análise e de Tráfego, como identificar seus usuários e como criar um fluxo de qualificação.

Vale a pena se tornar Product Manager?


Ser um Product Manager pode ser uma carreira gratificante e desafiadora para aqueles que têm as habilidades e a paixão necessárias. Algumas das vantagens são:

  1. Impacto significativo: Product Managers são responsáveis por liderar o desenvolvimento e lançamento de produtos bem-sucedidos, o que pode ter um impacto positivo significativo na empresa e nos clientes.
  2. Desafios constantes: Product Management envolve muita pesquisa, colaboração com equipes e tomada de decisões, o que significa que nunca há uma rotina monótona.
  3. Ampla gama de habilidades: como Product Manager, você precisará desenvolver habilidades em design, tecnologia, negócios e comunicação, o que pode ser uma ótima maneira de expandir seu conhecimento e habilidades.
  4. Oportunidades de crescimento: Product Managers geralmente têm oportunidades para avançar em suas carreiras e assumir cargos de liderança em empresas de tecnologia ou empresas de outros setores.

No entanto, é importante destacar que a carreira de Product Management pode ser desafiadora e exigir muito trabalho e dedicação. Portanto, é importante ter certeza de que é uma carreira que você deseja antes de se comprometer com ela.

Como funciona o ciclo de produtos digitais

O ciclo de produtos digitais é um processo repetitivo que abrange as seguintes etapas:

  1. Ideia: onde a ideia para um novo produto é gerada, geralmente através de pesquisas de mercado ou de ideias internas da empresa.
  2. Pesquisa de mercado: onde a ideia é validada ou refutada através da realização de pesquisas de mercado para determinar a demanda do produto e se ele é viável.
  3. Desenvolvimento: onde o produto é desenvolvido, testado e refinado antes do lançamento.
  4. Lançamento: onde o produto é lançado e colocado no mercado para ser vendido.
  5. Monitoramento: onde a equipe de Product Management monitora o desempenho do produto no mercado e obtém feedback dos clientes.
  6. Melhoria: onde as informações coletadas são usadas para melhorar o produto, ajustar sua estratégia de marketing e preparar o produto para a próxima iteração.

Este ciclo é repetido várias vezes ao longo do tempo, com o objetivo de manter o produto relevante e atendendo às necessidades dos clientes/usuários. O sucesso do ciclo de produtos digitais depende de uma boa comunicação entre as equipes de design, tecnologia, negócios e marketing, bem como de uma estratégia clara e consistente.

Quais são as ferramentas mais usadas em produtos digitais?

Existem várias ferramentas que são utilizadas no dia a dia de profissionais que trabalham com Produto. Normalmente, as ferramentas mais usadas pelos product managers e seus times são:

  1. Produto Roadmap: para ajudar a planejar e visualizar a evolução do produto ao longo do tempo.
  2. Prototipagem e design de interface do usuário: para criar modelos interativos de como o produto deve funcionar e se parecer.
  3. Gerenciamento de tarefas e projetos: para ajudar a equipe a se organizar e colaborar no desenvolvimento do produto.
  4. Análise de dados: para coletar, analisar e interpretar dados sobre o desempenho do produto e do mercado.
  5. Ferramentas de gerenciamento de feedback de clientes: para coletar e organizar o feedback dos clientes e usuários do produto.
  6. Ferramentas de teste de usuários: para testar o produto com os usuários antes do lançamento e coletar feedback.
  7. Ferramentas de gerenciamento de bugs e problemas: para ajudar a equipe a gerenciar e solucionar problemas técnicos com o produto.
  8. Ferramentas de análise de métricas: para ajudar a equipe a avaliar o sucesso do produto e a identificar áreas para melhoria.

Estas ferramentas ajudam a equipe de Product Management a planejar, desenvolver, lançar e monitorar o desempenho de produtos digitais eficazmente.

Quais empresas contratam product managers?

Praticamente toda e qualquer empresa que desenvolva e venda produtos pode se beneficiar ao ter um gerente de produto, mas empresas especialmente na tecnologia, software e e-commerce são as que tendem a ter uma maior demanda por gerentes de produto. Alguns exemplos de empresas que comumente contratam gerentes de produto incluem:

Gigantes da tecnologia, como Google, Amazon, Apple, Facebook e Microsoft.

Empresas de software, como SAP, Oracle, Adobe e Salesforce.

Empresas de e-commerce, como Amazon, eBay, Alibaba e Shopify.

Empresas de jogos, como Electronic Arts, Activision Blizzard e Ubisoft.

Empresas de dispositivos móveis, como Samsung, Apple e Huawei.

Empresas de saúde, como Johnson & Johnson, Pfizer e Novartis.

Empresas financeiras, como JPMorgan Chase, Goldman Sachs e American Express.

Empresas de mídia e entretenimento, como Netflix, Disney e ViacomCBS.

Estas são apenas algumas das muitas empresas que contratam gerentes de produto. Em geral, empresas em setores em rápido crescimento ou que estão tentando lançar novos produtos tendem a ter uma maior demanda por profissionais de gerenciamento de produtos.

No Brasil, também há uma demanda crescente por gerentes de produto. Algumas das empresas que frequentemente contratam gerentes de produto no Brasil incluem:

Empresas de tecnologia, como Nubank, Stone, iFood e 99.

Empresas de software, como Totvs, Linx e Gerdau.

Empresas de e-commerce, como Mercado Livre, Magazine Luiza e Via Varejo.

Empresas financeiras, como Itaú, Bradesco e Banco do Brasil.

Empresas de mídia e entretenimento, como Globo, Record e Grupo Bandeirantes.

Empresas de saúde, como Amil, Unimed e Grupo Fleury.

Empresas de varejo, como Lojas Americanas, Via Varejo e Grupo Pão de Açúcar.

Estes são apenas alguns exemplos de empresas que contratam gerentes de produto no Brasil. A demanda por gerentes de produto também varia com o setor econômico, mas em geral, a carreira de gerenciamento de produto tem uma boa perspectiva de crescimento no país.

Agora que você chegou até aqui, deve ter se encantado com as possibilidades que há na área de produto. Você pode obter mais informações e iniciar agora mesmo a sua carreira no Curso de Product Management da Cubos Academy.

Confira nossas amps, outros blogposts e páginas: